Arquivos do Blog

Look do dia – 25-06-2015

O Polyvore tem dessas: nunca tem o que estou usando de verdade. Meu coturno, por exemplo, não é Doc Martens – é do Vilela ( ❤ ), mas isso aí é o mais parecido que achei lá. O casaco Adidas, na real, é azul marinho – mas azul marinho não tinha no Polyvore. Tudo bem. A gente adapta. O importante é se proteger do frio. 🙂
Look do dia - 25-06-2015

Look do dia – 11 de abril – int. Dia

image

Esses posts tipo “look do dia” fazem o maior sucesso, né?

Modéstia à parte, me orgulho do meu guarda-roupa. Esse look foi montado pra entregar um bambolê em Icaraí, voltar e passar no mercado. O tempo pede algo que não seja super aberto, já que não estamos no alto verão, mas que seja leve.

Apesar da vibe retrô-latina, a única peça que fala espanhol aí é o colar, comprado no Bazar de Designers Independentes da Cidade do México. O resto é tudo local, saldão ou desapego.

Os brincos castiçal são Zellig, uma das minhas marcas preferidas de acessórios; a saia (que eu não passei porque eu não vou passar roupa pra ir ao mercado) foi feita sob medida pra mim pela Simone Tomaz, que tem um atelier incrível aqui em Niterói; o cinto trançado foi comprado no Pin-up Bazar, brechó da queridíssima Ana Bandarra; e a blusa é, na verdade, uma camisola antiga, comprada no bazar da Escolhi a Dedo, um super brechó online que de vez em quando dá uma pinta lá na Novamente, um dos endereços mais conhecidos do pessoal de moda e figurino no Rio de Janeiro.

Agora à noite tem o primeiro grande encontro de burlesco do Rio de Janeiro, e o figurino já é outro. Como não tem espelho aqui pra selfie, tenho que contar com as amigas (que já estão chegando). Mas tá bonito. 🙂

Make Eudora do dia

image

Estavam com saudades dos looks do dia feitos com Eudora? Yay! Esse aí é um basiquinho pra ir trabalhar. As fotos e a colagem são do celular, então pode apostar que não teve photoshop nas linhas de expressão – é tudo efeito desse pó compacto incrível aí (que já está com buraco no meio de tão usado hhaha).

Itens usados:

Para a pele:
– corretivo Impeccable Cover
– base líquida Skin perfection
– pó compacto soul
– sublime blush baked – rose

Olhos:
– sombra color attraction gray lumini
– lápis soul pocket pencil verde stone
– mascara para cílios soul maximize your lashes turbo

Sobrancelhas:
– sombra compacta soul color to go Rosa Pop
– sombra compacta soul color to go marrom nut

Lábios:
– gloss labial desirable lips Pink explosion

Quer mais informações sobre qualquer produto Eudora? Entre em contato! Quer conhecer outros produtos e saber das promoções? Acesse o guia online! Quer dicas de maquiagem é futilidades? Acesse minha outra página no Facebook (aquela só para vendas de Eudora, pra não espantar os leitores rapazes deste blog).

Retro style – anos 20, era da Grande Depressão, e a gente se divertindo

Eu e marido gostamos de nos vestir bem. Se você veio parar aqui por acaso e não me conhecia, muito prazer, é assim que me monto normalmente para shows da nossa banda:

image

Foto gentilmente tirada pelo Marcos Faria. Aliás, clique aqui e leia o blog dele, um dos meus favoritos da internet inteira

(pra mulherada, todos os itens que usei no make estão aqui, ó)

…e quando estiveres no Rio de Janeiro, faça-me o favor de tentar assistir a pelo menos um show do Uisqueletos Extravaganza. Aposto que você nunca viu nada igual.

Figurino de show – flapper moderna

Não tinha postado aqui ainda o figurino que usei no show da minha banda no dia 4 de maio. Entrei numas de ‘princesa Leia’ (4 de maio, né, gente? Não vou explicar a piada aqui, hehe), mas sem perder a ternura fashion – afinal, as trancinhas laterais enroladas são tipicamente anos 20. Como tou sem cabelão (e com uma cor de cabelo indefinida o suficiente pra não compor com apliques), os coquinhos ficaram micro, mas dá pra ver:

Ei, você me segue no instagram? Pois devia! 🙂

Normalmente somos três no palco. Compusemos esse show com a cantora do meio de vestidinho verde, e nós duas, nas pontas, de branco, pérolas e tals. A amiga que fez o visual parecido comigo ficou meio esquizo: o vestidinho, branco, curto, rendado e remetendo a uma época específica, definitivamente não ornou com os sapatos (plataforma com salto tipo madeira, remetendo aos anos 70 – que ficaria LINDO com uma calça de boca larga) – que, por sua vez, deixou as pernas esquisitas. Tentei dar o toque de amiga, mas às vezes a gente enfia algo na cabeça e vai e dane-se.

Conselho de diva: Existem peças LINDAS nesse mundo, mas que não valorizam nossos formatos de corpo, pernas, braços, etc etc etc. É possível usá-las, mas sem muito destaque pro que não orna. E, uma vez brincando de ‘época’, convém manter o mesmo estilo. As flappers eram mulheres livres, prezavam o conforto, davam uma banana pra sociedade – um sapato baixo (ou com salto baixo) é o ideal (já tentou dançar charleston de saltão? não dá. sim, já tentei).

Não tou vendendo esse, não

Look do fim de semana. Porque eu adoro achados baratésimos que até parece que saíram, sei lá, da Modcloth. Se eu contar de onde é esse lindo vestido verde-água com rendas, vocês vão cair pra trás…

%d blogueiros gostam disto: