“The Interview” – A gente viu

interviewO longa é uma comédia tosca com James Franco e Seth Rogen sobre um talk show host e seu produtor que, quando finalmente conseguem uma entrevista com o líder supremo da Coréia do Norte, Kim Jong Un, recebem da CIA a missão de matar o homem.

Pra quem não está acompanhando, em junho o governo da Coréia do Norte declarou que agiria para impedir o lançamento do longa. Aí adiaram para agora, dezembro. Pois há poucos dias atrás, os servidores da Sony Pictures, distribuidora do filme, foram hackeados pelos “Guardiões da Paz”, um grupo hacker que o FBI acredita que seja ligado à Coréia do Norte, embora o Anonymous afirme que não. Aliás, o videozinho que os Guardians of Peace mandaram como recado para o FBI também faz parecer que não. E depois do vazamento de terabytes e terabytes de dados da Sony, e de uma ameaça dos Anonymous de hackear ainda mais se o filme não fosse lançado online (maluco, como o lar do Google pode ficar com medinho de um país que até ontem usava o windows 98?), “The interview” (“A entrevista”) finalmente foi lançado no Youtube, no iTunes e no Google Play.

Mas não para os nossos IPs.

Bem, quem quer dá um jeito. 😉

***

Tudo isso por causa de uma comédia tosca com Seth Rogen e James Franco?

É.

Pronunciamento de Barack Obama por causa de uma comédia tosca com Seth Rogen e James Franco?

É.

E o filme é bom?

Mais ou menos. Sem dúvida, foi superdimensionado. Demora pra engrenar, mas a cena da ilha de edição vale as duas horas de vida gastas assistindo ao filme (tenho dúvidas se valeria R$ 20 de ingresso de cada um + o táxi pra casa). Cid bem lembrou de “Bastardos Inglórios” – concordo. Tem um quê de “Bastardos Inglórios” com “Team America”. Que, aliás, passou batido, sem ameaça de incidente internacional. Kim Jon Il tinha mais senso de humor, creio:


http://youtu.be/UEaKX9YYHiQ

(a premissa da maldade e da loucura é a mesma)

Quem ganha é a gente, que teve Dr. Evil de volta:


https://www.youtube.com/watch?v=gPAPNHbzCE4

Uma das melhores coisas que Mike Myers fez, além de, é claro, Wayne Campbell.

E se você não se lembra de Wayne Campbell… clique aqui. E se você lembra, clique também. Party time! Excellent!!!

* * *

Mas ainda acho – ACHO – que Kim Jong Un curtiu. Eu curtiria. E esse escarcéu todo e ameaça de hacking… marketing, gente. Só pode. Porque não é possível. Não é possível. O cara SABE a atenção que jogou pro filme, não? 🙂

Anúncios

Publicado em dezembro 27, 2014, em Blog e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: