Como sobreviver à época de Natal

imageQuer dizer, ainda não. Mas tá quase. Aquela loucura de final de ano, ruas, lojas e shopping centers apinhados de gente, e eu esquecendo de postar por aqui.

– Mas, Lia, você não usa seu site para negócios?

É. Uso. Mas minha ocupação principal – que toma muito mais tempo e me paga muito mais – é lá na firma, e lá na firma as coisas também andam bem agitadas, especialmente na Assessoria de Comunicação, depois de uma série de notícias e lançamentos importantes no final do ano, pois todo o atendimento à imprensa (que quer nos ouvir) passa por lá. Aí acabei esquecendo de vir aqui.

Os negócios paralelos de fim de ano vão bem, obrigada. Muita gente dando bambolês e produtos Eudora de Natal, muitas moças querendo passar o ano novo maquiadas e perfumadas. Assim a gente até pensa que pode viver disso um dia, haha.

Mas o mais legal é a tendência do ‘Buy local’, ou ‘compre localmente’. As pessoas têm preferido comprar dos amigos que fazem, importam, distribuem e vendem do que em grandes lojas. Eu, particularmente, tenho presentes de grandes lojas para dar – livros e mimos comprados pela internet no início do mês (e mesmo assim, tem livro escrito por amiga. CD de grupo musical de amiga. Tem também os produtos que eu mesma vendo), que é pra não ter problemas com atraso ou falta de estoque: se planejar com antecedência é fundamental – você JÁ SABE quando cai o Natal, não sabe? Todo ano é na mesma data. Não tem por que não se planejar. Acho chique.

Não sei qual é a sua faixa etária, leitor querido. Não sei se seus amigos empreendem, criam ou vendem produtos. Se dão aulas, se ajudam a movimentar a economia de forma independente. Se sim, ajude-os neste Natal. São seus amigos, afinal.

Isso, claro, se você dá presentes no Natal – e não se planejou pra terminar todas as suas compras de Natal com umas semanas de antecedência. Qualquer coisa, vale pro ano que vem. Agora, se você não acredita em Natal, ou acredita mas não troca presentes porque acha que é uma data para celebrar o consumismo, tudo bem. Não te recrimino. Celebre o amor e a amizade, que tá tudo certo.

Mas celebre.

Sobre supermercado e compras para a ceia, e considerando que dificilmente a gente alimenta uma família de 30 pessoas reunida dia 25 com os produtos da hortinha, a dica é fácil: aproveite o horário da noite do supermercado. Ontem à noite, umas 20h30, não tinha nem fila. Yay!

No mais, é isso: celebre. Dia 24 tá chegando.

Se precisar de ajuda, reuni uns amigos pra ajudar nessa missão:

https://www.youtube.com/watch?v=MVt_0nw59JE

Celebrem, divirtam-se, e venham aqui me contar tudo depois. Aqui ou .

Beijos e bom Natal pra quem é de Natal. Pra quem não é, celebre assim mesmo.

E, ah, sim. Minhas sugestões de presente:

Bambolês
Maquiagens, hidratantes, perfumes e acessórios
O livro ‘Escolha sua vida’, da Paula Abreu
Uma ou mais arte da Juliana Cabeza
Cerâmicas decoradas da Airumã – Mariana Mansur
Cadernos e mimos da Orrevuá
O cd do Tio Samba

Pra qualquer época do ano, claro.

Anúncios

Publicado em dezembro 22, 2013, em Blog e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: