Em todos esses anos nessa indústria vital..

.. é a primeira vez que isso me acontece!

Fui editar o post passado e APAGUEI. Não me perguntem como. Errei o botão, amadorei, está mesmo na hora de parar com isso aqui, ha ha.

Por sorte, esse eu tinha backup.

Tudo por causa do Zam (o genérico do Trio).

Eu ia comentar que, se não tenho tenho isso aqui numa daquelas coletâneas anos 80 compradas em sebo a um real (ah, não vou empoeirar minahs mãos a essa hora pra conferir), já estive com ela nas mãos.

E ia falar sobre “Da Da Da”.

É que ficou mal explicado, eu e minha mania de achar que todo mundo conhece tudo – nem todo mundo lembra de “Da Da Da” (Rafael Marquee, eu SEI que você conhece isso, e bem!) – embora todo mundo com uns vinte-e-poucos anos lembre de cantarolar “dá dá dá, se eu pedir você me dá” e as gerações mais recentes já conheçam aquela introduçãozinha da infame “Só Love Só Love” (quando eu disse lá em casa que isso era chupado de um clássico dos anos 80, torceram o nariz pra mim, mas espera aquele tu-cu-tu-cu-tu-cu-tu entrar e fala “what you will and what you wont, aha” e vê se não faz sentido?). E “Da Da Da” é tipo a “Anna Julia” do Trio, a música com a qual eles fizeram um enorme sucesso worldwide, mas que nem de longe mostra a que a banda veio – um puta synthpop alemão da década de 80, juro.

Anúncios

Publicado em dezembro 5, 2003, em Uncategorized e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: